Crosby, Stills e Nash também vão retirar músicas do Spotify

Apesar de brigas entre os músicos, o trio formado por David Crosby, Stephen Stills e Graham Nash se reuniu mais uma vez para avisar que também vão retirar as músicas do Spotify, em um protesto contra o que chamam de “desinformações” sobre a Covid-19 presentes na plataforma. Dessa forma, eles se juntam a Neil Young, com quem já formaram um quarteto, e a Joni Mitchell e outros artistas, que tiraram as obras do catálogo do serviço digital por não concordarem com a presença do podcast de Joe Rogan.

+ Série sobre Pamela Anderson e Tommy Lee estreia no Brasil

Apoiamos Neil e concordamos com ele que há desinformação perigosa sendo transmitida no podcast de Joe Rogan no Spotify. Apesar de sempre valorizarmos pontos de vista diferentes, conscientemente espalhar desinformação durante esta pandemia tem consequências mortais.Até que ações verdadeiras sejam tomadas para mostrar que uma preocupação com a humanidade deve ser equilibrada com os negócios, não queremos nossas músicas — ou as músicas que fizemos juntos — estejam na mesma plataforma”, afirmou o trio em comunicado no perfil no Twitter de Crosby.

O movimento de artistas começou no final de janeiro, quando Young anunciou que deixaria a plataforma por causa de episódios do “The Joe Rogan Experience”, um dos mais populares do Spotify, que discutiam vacinas contra a Covid-19. No último domingo (30), a empresa anunciou o que chama de medidas para combater a desinformação, como avisos em podcasts que discutirem a pandemia e links para informações de especialistas a respeito.

Fonte: G1 | Foto: Divulgação