• Icônico “tijolão” é relançado pela Nokia


    Lembra do celular Nokia 3310 (o famoso “tijolão”)? Pois neste domingo (26), os rumores de que ele poderia ressuscitar em uma versão modernizada foram confirmados. O aparelho lembra o antepassado, mas recebeu toques de modernidade. Entre as coisas que ficaram, destaque para a bateria, que garante 22 horas de conversação e permite que o aparelho fique ligado até um mês em descanso. Ficou também o teclado alfanumérico e (é claro) o clássico jogo da cobrinha.

    De novidade há a tela de quase duas polegadas e meia e câmera com 2 MP e flash. O novo Nokia 3310 vai ser vendido no mundo inteiro em quatro opções de cor: vermelho alaranjado, grafite, amarelo e cinza. Ficou interessado? O preço-base é o equivalente a R$ 161.  E aí, você vai querer voltar para o tijolão ou vai continuar com o smarthphone?

    Fonte: Olhar Digital

  • Google vai doar US$ 11,5 milhões para apoiar luta contra o racismo


    Grandes empresas costumam se envolver em projetos sociais e em lutas por causas nobres, e é exatamente isso que podemos ver em uma atitude que a Google teve recentemente: a de doar US$ 11,5 milhões para apoiar causas que envolvam justiça racial. Segundo informações divulgadas pela própria gigante das buscas, o montante será dividido entre dez causas diferentes, e uma parte considerável desse valor (especificamente US$ 5 milhões) será destinada ao Center of Policing Equality, que trabalha ao lado da polícia para fortalecer os laços com as comunidades nas quais os agentes servem.

    Fonte: Olhar Digital

  • Waze amplia oferta de carona para a América Latina


    O Waze anunciou nesta sexta-feira (24) que está expandindo seu serviço de caronas, o Waze Carpool, semelhante ao que acontece com o Uber. Essa opção passa a ser oferecida para muitas outras partes do mundo, incluindo a América Latina. Diferente dos concorrentes, o aplicativo tem uma taxa fixa por distância percorrida e não foca em substituir os táxis. Confira como a proposta pretende funcionar:

    Para fazer a carona, o aplicativo combina usuários a motoristas que já estão fazendo um trajeto e que estão dispostos levar um passageiro até certo ponto dentro da sua rota pessoal. Ainda não se sabe se o Brasil está dentro dessa lista.

    Fonte: B9