Zakk Wylde faz show gratuito neste sábado, em Porto Alegre

O Samsung Best of Blues de 2019 resolveu concentrar muito da programação em guitarristas. Além da presença blueseira de Kenny Wayne Shepherd, Zakk Wylde, reconhecido como guitarrista da carreira solo de Ozzy Osbourne e líder da banda Black Label Society, também está no line up das edições do evento que ocorrem neste sábado (26), às 18h, no Anfiteatro Pôr-do-Sol, em Porto Alegre; e no domingo (27), também às 18h, no Auditório do Ibirapuera, em São Paulo. As apresentações têm entrada gratuita. Para ficar de acordo com o festival, Zakk Wylde pretende direcionar o repertório para um lado mais blues, com alguns covers, um pouco do próprio material e talvez alguma canção de Ozzy.

+ Lanterna Verde | Bradley Cooper pode protagonizar possível remake

Com o nome mais ligado ao heavy metal, Wylde não nega o apreço pela sonoridade voltada ao rock sulista dos EUA. Tanto que nesta sexta-feira (25), Pride and Glory, de 1994, o primeiro disco, é relançado com faixas bônus. Sete anos antes, o músico havia integrado a banda de Ozzy após saber que havia uma vaga no grupo via rádio e ser aprovado antes mesmo de terminar de afinar a guitarra. O guitarrista admite que o álbum lançado há 25 anos foi uma espécie de pedra fundamental que deu origem ao estilo presente no Black Label Society, criado em 1999 e que agora celebra os 20 anos de lançamento do primeiro álbum, Sonic Brew.

Qualquer um que tem um dom precisa se dedicar para caramba porque Jimmy Page e Van Halen começaram do mesmo lugar que eu”, comentou Wylde.

Reconhecido, na época, como um jovem prodígio da guitarra, o músico norte-americano, hoje com 52 anos, afirma que o processo de aprimoramento não foi muito diferente de jogar videogame.

No fim do dia, se você curte o que está fazendo, não é exatamente um treino, não é?”, brincou o guitarrista.

Zakk Wylde também revelou que, assim que Ozzy se recuperar dos problemas de saúde, vai sair com ele em turnê.

Fonte: Destak | Foto: Justin Reich