Yaphet Kotto, de 007 e Alien, morre aos 81 anos

O ator Yaphet Kotto, que ganhou fama nos anos 1970 como vilão de James Bond em “Com 007 Viva e Deixe Morrer” e também pelaa participação em “Alien, O Oitavo Passageiro”, morreu aos 81 anos na última segunda-feira (15). Em um comunicado publicado no Facebook, a esposa dele, Sinahon Thessa, descreveu o marido como uma “lenda”.

Você interpretou um vilão em alguns de seus filmes, mas para mim você é um verdadeiro herói e para muitas pessoas também”, escreveu.

O agente Ryan Goldhar confirmou a morte em um e-mail à AFP, mas não revelou a causa do óbito.

+ Chorão: Marginal Alado ganha primeiro trailer; assista

Nascido em Nova York, filho de um pai imigrante camaronês e de uma enfermeira do Exército americano, Kotto estreou como ator profissional em 1960 em uma representação teatral da obra de Shakespeare “Otelo” no Harlem. O ator foi muito elogiado por seus papéis, incluindo o primeiro vilão negro de James Bond – o ditador Dr. Kananga em “Com 007 Viva e Deixe Morrer”. Ele também recebeu uma indicação ao Emmy pela interpretação do ditador de Uganda, Idi Amin, no filme para a TV “Resgate Fantástico” (1976). Depois interpretou o engenheiro espacial Dennis Parker no clássico da ficção científica “Alien, O Oitavo Passageiro”, de Ridley Scott, e lutou ao lado de Arnold Schwarzenegger no thriller distópico de 1987 “O Sobrevivente”.

Fonte: G1 | Fotos: Divulgação