Ventiladores pulmonares | UCS recebe doação de componentes

O Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon) de Caxias do Sul aliou-se ao projeto de fabricação de 300 ventiladores pulmonares a serem doados à rede de Saúde da região – e posteriormente produzidos para o país. A entidade efetuou, nesta quarta-feira (13), a doação de 100 controladores lógicos programáveis (CLPs), componente usado no sistema de controle automatizado do equipamento e um dos quatro itens críticos para a produção (assim considerados pela função fundamental no aparelho, necessidade de importação e prazo de entrega de 15 a 20 dias). Coordenada pelo Parque de Ciência, Tecnologia e Inovação da Universidade de Caxias do Sul (TecnoUCS), com orientação técnica do Hospital Geral e executado por um grupo de engenheiros e empresários locais, a iniciativa visa ao atendimento de urgência e emergência de pacientes da Covid-19.

+ Turnê de New Order e Pet Shop Boys é adiada para 2021

Para a efetivação da cota inicial de produção do modelo, denominado Frank 5010, a Fundação Universidade de Caxias do Sul (FUCS) e o Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Caxias do Sul (SIMECS) destinaram parte dos recursos para a aquisição de componentes, enquanto as Empresas Randon e a Viezzer Engenharia fizeram a doação de sensores. O grupo de trabalho segue em busca de contribuições para arrecadar o montante necessário, de R$ 6 milhões, tendo em vista o unitário de R$ 20 mil. Cerca de 95% do aparelho é composto por peças utilizadas por indústrias da região. Pessoas físicas e jurídicas podem colaborar com depósito em conta bancária.

Teste clínico em humanos

A autorização da Conep para o teste em humanos é aguardada para esta semana, mesmo prazo que o grupo estabeleceu para enviar o para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) a documentação exigida para a aprovação da produção em série do ventilador pulmonar. A elaboração do manual de funcionamento com as especificações técnicas, delimitações, aplicações e adequações às normas reguladoras está em fase de finalização, e será remetido juntamente com os laudos de testes de engenharia feitos no HG, no complexo de Laboratórios Especializados em Eletroeletrônica (LABELO) da PUC-RS, e no Hospital da Brigada Militar em Porto Alegre. Concebido para enfrentamento da pandemia da Covid-19, o respirador mecânico Frank 5010 funciona com pressão e frequência controladas, sendo indicado a pacientes que tenham indicação de entubação, sem controle da própria respiração. Pode ser utilizado em ambiente intra ou extra hospitalar, em atendimentos de urgência e emergência.

Como contribuir:

1) Pessoas físicas ou jurídicas interessadas em financiar a produção do ventilador pulmonar Frank 5010 podem obter orientações com o atendimento da FUCS pelo telefone (54) 3218.7394 ou por meio de formulário no site da UCS.

2) Doações podem ser encaminhadas para a conta Banrisul – Agência 0824 – Conta 06.198600.0-8. Razão Social: Fundação Universidade de Caxias do Sul (CNPJ: 88648761001843). Para efeitos contábeis, é importante o remetente identificar-se no ato do depósito, assegurando a transparência na prestação de contas (contudo, os nomes dos depositantes não serão divulgados sem a devida autorização).

3) Está em desenvolvimento, pelo grupo de trabalho, a implantação de um processo de arrecadação por plataforma de crowdfunding, a ser lançado pela FUCS. | Foto: Divulgação

Central de Conteúdo UCSfm