Teago Oliveira canta suas referências no clipe de ‘Corações em Fúria (Meu Querido Belchior)’

Teago Oliveira, voz da banda Maglore, embarca em uma nova fase da sua carreira, como artista solo, e acabou de disponibilizar o primeiro single do seu disco de estreia através de “Corações em Fúria (Meu Querido Belchior)”.O som deixa bem claras as influências do músico e (desde o título) mostra que está encharcado de referências ao lendário Belchior.

Além disso, se distancia da sonoridade da Maglore ao mergulhar profundamente nas raízes da música brasileira e prestar homenagens que vão desde aos vocais rasgados de Raul Seixas até composições de Helio Flanders, da Vanguart.

Ao falar a respeito da última canção que escreveu, Teago Oliveira explicou:”Eu queria escrever uma carta para Belchior e dizer o quanto o mundo de hoje se parece com aquele, e ao mesmo tempo, o tanto que já mudou em relação ao que ele contava no disco.” No clipe, ele contou com a parceria do diretor Victor Marinho, que já trabalhou com o músico em outras ocasiões como no clipe de “Mantra”, do disco III, da Maglore.

+ Edição limitada de tênis de Liam Gallagher é vendida em 10 minutos

“Corações em Fúria” nasceu enquanto o artista voltava de uma sessão de análise, com letra e melodia em menos de 5 minutos, e abordando várias frentes, tem partes que remetem a uma casa em Salvador onde moravam 10 pessoas, incluindo sua família e a de todos os irmãos do seu pai: “Essa música tem aquela coisa melancólica e esperançosa, do mundo acabando e você de mãos dadas com quem você ama. Fala de como as coisas são truculentas hoje em dia, ao mesmo tempo em que narra com ternura as lembranças da infância.”

O álbum intitulado “Boa Sorte”, será lançado em uma parceria da Natura Musical com a Deck.

 

Fonte: TMDQA!