“Talvez seja o fim das guitarras”, diz Eric Clapton em entrevista

A gente já falou por aqui recentemente sobre Life in 12 Bars, novo documentário que vai contar a vida do guitarrista Eric Clapton. No filme ele aparece ao lado de gigantes como Jimi Hendrix e B.B. King, e para divulgar a obra, o músico esteve no Toronto International Film Festival, um dos festivais de cinema mais importantes do planeta.

Ao ser questionado sobre como os jovens estão gostando mais de música eletrônica do que de rock and roll nos dias de hoje, ele falou com bom humor que “não sabia que as coisas estavam tão ruim assim”. Clapton disse que está desligado de tudo e não sabe o que está acontecendo, tampouco quer imaginar o que pode acontecer. Contudo, o guitarrista disse que acha que tudo esteja relacionado a um processo natural e o rock vai chegar onde deve chegar.

De acordo com Eric Clapton, os filhos dele ouvem rock clássico, mas talvez seja por culpa do pai, que mostrou a eles. Clapton explicou dizendo que desde que os filhos foram concebidos, eles ouvem música através do útero. O guitarrista ainda brincou dizendo que “tocava playlists pra eles e fazia lavagem cerebral” e que no fundo sempre tinha guitarra, algum outro tipo de instrumento ou um cantor. Ainda conforme Clapton, “na música tudo é bom, mesmo coisas que não parecem boas são boas”.

Por fim, foram apresentados, a Eric Clapton, dados das vendas de guitarra, que estão caindo em 1 milhão por ano e marcas como Fender, Gibson e Guitar Center estariam passando por dificuldades financeiras. Pra finalizar o guitarrista disse: “Não sei…talvez seja o fim das guitarras, mas é uma boa pergunta”.

E agora? O que acontece quando um dos maiores ícones da guitarra de todos os tempos diz que ela pode estar chegando ao fim?

Fonte: TMDQA