Roger Hodgson (Supertramp) vem ao Brasil em maio de 2020

Uma das vozes mais marcantes do rock progressivo vai ecoar no Brasil em maio de 2020. Roger Hodgson vem ao país, e os fãs nem precisam se preocupar se ele vai cantar clássicos do Supertramp, banda em que se tornou famoso. O repertório das apresentações é centrado nos temas mais conhecidos do grupo. O músico de 69 anos chega três anos após a última visita. Em 2017, o cantor e tecladista se apresentou em sete cidades. A relação de datas e locais da nova turnê brasileira deve ser logo anunciada. Roger desembarca no país após participar do Rock Cruise, na Flórida, no final de fevereiro. Trata-se de um cruzeiro em que o público assiste vários shows de artistas de rock ao longo do trajeto, e que já está com lotação esgotada.

+ The Mandalorian | Série do Disney+ já supera ‘Stranger Things’

Supertramp: Roger Hodgson gravou clássicos como Breakfast in America, The Logical Song, Dreamer e Take the Long Way Home e Give a Little Bit, entre outras que também marcaram a trajetória do grupo. Mas, em 1983, o músico deixou a banda e partiu para uma carreira solo que, logo de cara, já lhe deu dois hits: Had a Dream e In Jeopardy, faixas do álbum In The Eye of the Storm, lançado no ano seguinte. O Supertramp continua na ativa. Rick Davies, que já dividia os vocais com Hodgson, cumpre essa função com o também vocalista Jesse Siebenberg, filho de Bob Siebenberg, baterista do grupo. O saxofonista John Helliwell, outro da formação clássica, também segue na banda.

Fonte: Destak | Foto: Divulgação