Cirandeira Criativa promove oficina de customização

Chegou a hora da Oficina de Customização no Cirandeira Criativa! O projeto que oferece oficinas de arte popular e urbana com ênfase na cultura afro-brasileira e indígena abre as inscrições para as atividades que vão ser desenvolvidas pela designer Fran Hermoza (foto). As atividades gratuitas começam nesta quinta-feira (22). No segundo trimestre, o projeto também segue com as oficinas de dança, com Vanessa Carraro, e percussão, com Cristiano Nunes, que também estão recebendo inscrições de novos interessados. Com uma hora semanal, às quintas-feiras, 20h, durante três meses, a Oficina de Customização apresenta diversas técnicas de corte e costura para produzir e personalizar os figurinos e camisetas.

+ Foo Fighters lança Hail Satin com covers do Bee Gees; ouça

Os oficineiros também vão aprender o manejo de adereços e, no final das atividades, devem participar da criação do estandarte do projeto. Com uma diversidade de tarefas, a oficina busca valorizar a riqueza da cultura afro-brasileira e indígena e a influência na construção identitária brasileira. Além da aula on-line, vai ser postada, semanalmente, no Canal do YouTube do projeto, mais uma aula de uma hora da Oficina. As duas atividades ficam disponíveis para o público.

Oficina de Customização

Franciele Hermoza, Fran Hermoza, é designer atuante na cena cultural caxiense. Ela cursou moda na UCS e em outras instituições como a Universidade de La Empresa Argentina, em Buenos Aires. Também fez intercâmbio estagiando com o estilista Monge Guibanne, em Lyon, na França. É integrante do Núcleo de Moda, grupo de pesquisa de moda, comportamento social e cultural, do Sindvest Caxias do Sul. Em 2018, criou os figurinos Bloco da Ovelha. No mesmo ano também assinou a coleção Contos de Faltas, com figurinos para a Cia de Municipal de Dança de Caxias do Sul.

+ Almanaque da Música UCSfm | 19 de julho

As atividades do Cirandeira Criativa começaram no final de março, com as oficinas on-line de dança com Vanessa Carraro, percussão, com Cristiano Nunes, e História, com Carina Monteiro. Previsto para seguir até novembro, o projeto foi idealizado pela cirandeira Vanessa Carraro e produzido pela Lynch Gestão Cultural, da produtora cultural Flor Nieto. Assim, o projeto segue com o propósito de oferecer oficinas de arte popular e urbana com ênfase na cultura afro-brasileira. Para isso, mantém abertas as inscrições para as oficinas de dança, às terças, ou de percussão, às quartas, seguindo agora com a Oficina de Customização e prevendo ainda uma oficina de Graffiti com Andrigo Martins.

Os interessados podem se inscrever para qual oficina desejarem aqui.

A iniciativa é realizada com recursos do Governo do Estado do Rio Grande do Sul por meio do Pró-cultura RS FAC – Fundo de Apoio à Cultura, FAC Movimento, através do Edital 12/2019.

Foto: Tatieli Sperry

Central de Conteúdo UCSfm