Porta dos Fundos | Especial de Natal da Netflix é censurado

Após polêmicas e o ataque a bomba à sede do Porta dos Fundos no dia 24 de dezembro, o especial de Natal A Primeira Tentação de Cristo deve ser retirado do ar. A determinação foi instaurada nesta quarta-feira (8), pelo desembargador Benedicto Abicair da 6ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, por meio de uma decisão liminar, de caráter provisório. Segundo o desembargador, a decisão é “mais adequada e benéfica não só para a comunidade cristã, mas para a sociedade brasileira, majoritariamente cristã”. A deliberação do desembargador é uma resposta ao pedido feito pela Associação Centro Dom Bosco de Fé e Cultura. Inicialmente, em primeira instância e durante plantão judiciário, a mesma solicitação havia sido negada.

+ Red Hot Chili Peppers está trabalhando em novo álbum com John Frusciante

O especial considerado polêmico retrata Jesus gay, interpretado por Gregório Duvivier, em um relacionamento com Orlando (Fábio Porchat). A produção também apresenta um deus mentiroso. Pelo menos sete igrejas se sentiram ofendidas com o especial natalino e moveram ações judiciais contra a Netflix pelo lançamento da produção.

Fonte: Rolling Stone | Foto: Divulgação