Pharrell Williams exige investigação da morte de primo baleado por policial

Pharrell Williams exige às autoridades federais dos Estados Unidos a investigação do caso do primo Donovon Lynch, morto a tiros por um policial no estado da Virgínia, EUA, em março de 2021. Lynch tinha apenas 25 anos e foi baleado por um policial no dia 26 de março em uma praia na Virgínia, durante uma série de três tiroteios no local. Outras duas pessoas morreram e oito ficaram feridas.  Pharrell clamava por transparência, honestidade e justiça às autoridades, mas, agora, pede o envolvimento de investigadores federais no caso.

+ Internado com Covid-19, Paulo Gustavo recebe transfusão de sangue

O cantor passou o 48° aniversário no funeral do primo, e fez uma publicação no Instagram sobre o momento.

Este [aniversário] é simbólico e inédito, porque precisei falar no funeral do meu primo e fiquei emocionado […] Respeitosamente, estou pedindo uma investigação federal”, disse o artista

O caso gerou mais polêmica quando divulgaram a informação que o policial portava uma câmera fotográfica no momento, no entanto, sem maiores explicações do delegado, estava desligada. O oficial está em licença administrativa.

Fonte: Rolling Stone | Foto: Mauricio Santana