Pharrel Williams e Robin Thicke condenados por plágio

Pharrell e Robin Thicke foram condenados a pagar 7,3 milhões de dólares (cerca de 22,8 milhões de reais) à família do músico Marvin Gaye por violação de direitos autorais. Os dois eram acusados de copiar partes da canção Got to Give Up no hit Blurred Lines, uma das músicas mais executadas de 2013. As informações são do site da revista The Hollywood Reporter.

Na última semana, os músicos foram ao tribunal se defender das acusações. Pharrell afirmou que trabalhava com Miley Cyrus na época em que compôs Blurred Lines e que a cantora foi a inspiração do trabalho. Por mais de uma hora, ele descreveu seu processo criativo e como chegou a Blurred Lines. Pharrel admitiu que as duas canções se parecem, mas que Got to Give It Up nunca passou pela sua cabeça durante seu processo de criação. Em audiência anterior, Thicke, que recebe créditos pela música, havia afirmado que estava “bêbado” e que 75% da canção já estava pronta quando ele se envolveu com o projeto. Pra mostrar que músicas podem se parecer melodicamente sem serem cópias, Thicke tocou ao piano músicas dos Beatles, U2 e Bob Marley. A música Blurred Lines rendeu mais de 16 milhões de dólares, cerca de 47 milhões de reais.

Compare, abaixo, as duas músicas.

Fonte: veja.abril.com.br

Fer Machado

Diretor Artístico Rádio UCSfm