Paul elogia Rolling Stones mas defende: ‘Beatles são melhores’

O lendário ex-beatle decidiu não ficar em cima do muro quando perguntado mais uma vez sobre a rivalidade entre as duas maiores bandas de rock da história. Provocado pelo apresentador americano Howard Stern, Paul McCartney admitiu a superioridade do seu grupo à época. McCartney deu a declaração ontem durante uma participação no programa de rádio de Stern na rádio americana SiriusXM. Direto do retiro dele no interior da Inglaterra, pela quarentena do coronavírus, o roqueiro explicou que o repertório dos Stones sempre foi mais voltado para o blues.

Eu amo os Stones, mas estou com você: os Beatles são melhores. Eles são realmente ótimos, eu amo eles, mas suas composições estão enraizadas no blues”, sentenciou.

+ UCS lança planta de produção de grafeno nesta quarta (15)

Paul também conversou abertamente sobre a suposta rivalidade com John Lennon. O roqueiro aproveitou para divulgar o novo documentário sobre o processo de criação do Let It Be, último álbum dos Beatles lançado antes do término da banda. Nele, segundo McCartney, é possível ver que as diferenças entre os principais compositores do grupo não eram tão grandes assim.

Eu te digo, é incrível. Não estou me gabando. É realmente incrível. É tão legal para mim porque eu meio que comprei toda essa ideia, você sabe, de que eu e o John éramos rivais e não gostávamos um do outro e essas coisas, mas você vê o filme e é como: ‘graças a Deus isso não é verdade”, elogiou.

O documentário é dirigido por Peter Jackson, reconhecido pela série de filmes O Senhor dos Anéis, e ainda não tem data definida para estrear nos cinemas.

Dá para ver que nos respeitávamos e estávamos fazendo música juntos, e é um prazer ver isso se desenrolar. É muito melhor e mais amigável do que a história se tornou”, finalizou Paul McCartney.

Fonte: UOL | Foto: Divulgação