‘Parem de reclamar da quarentena’, diz Gene Simmons

Gene Simmons pediu para as pessoas pararem de reclamar sobre a quarentena e lembrarem que a Segunda Guerra Mundial foi pior do que a pandemia de coronavírus. Em uma conversa com a TMZ, o vocalista do Kiss comparou os desafios da crise do coronavírus com as consequências da guerra. Confira:

Todos nós temos o fardo. O que é o fardo? O fardo não é muito. Todos nós devemos parar de reclamar e achar que somos tudo isso. E isso me inclui. Olha, não muito tempo atrás, nosso avós foram convocados para lutar na guerra no exterior. Uma guerra que não tinha nada a ver com eles e 50 milhões de mortes foram o resultado da Segunda Guerra Mundial. Enquanto você está ocupado comendo pizzas, hambúrgueres e todas essas coisas, tem pessoas que estão arriscando a vida delas para levar comida para sua casa. Se sua casa pegar fogo, os bombeiros vão arriscar a vida deles. Se alguém entrar na sua casa, os policiais estarão lá e arriscaram a vida deles”, disse.

+ John Prine, grande nome do folk, morre de Covid-19

Simmons então pediu para as pessoas pararem de reclamar e continuarem em casa, pois o surto da doença vai passar e tudo vai voltar ao normal. Por fim, o músico deu um recado para as pessoas religiosas que descumpriram as recomendações de isolamento para frequentarem as igrejas e participarem de cerimônias.

Sobre o que estamos reclamando? Fiquem em casa e não façam nada enquanto as pessoas estão arriscando a vida delas para fazer sua vida mais confortável […] Isso vai melhorar. Eu prometo. Você não está ouvindo o mesmo Deus que eu estou ouvindo. Deus está dizendo: ‘Fique em casa! Não vá à igreja!”, finalizou.

Fonte: Rolling Stone | Foto: Divulgação