Ozzy Osbourne lança morcego de pelúcia para comemorar ‘mordida histórica’

Há 37 anos, em 20 de janeiro de 1982, Ozzy Osbourne protagonizava um dos momentos mais bizarros da história do rock, a mordida na cabeça de um morcego. O caso rolou durante um show em Des Moines, Iowa, Estados Unidos, quando um fã atirou no palco o animal vivo, que foi devidamente abocanhado pelo cantor. Ozzy conta em sua autobiografia que achou que o morcego era de plástico e resolveu mordê-lo porque acreditava que aquela cena deveria impressionar seu público. Ao sentir o sangue inundando sua boca, percebeu que era um animal de verdade e que havia produzido uma cena que marcaria a carreira para sempre. Depois do incidente, Ozzy Osbourne teve que tomar algumas doses de vacina anti-rábica.

‘Green Book’ é eleito melhor filme pelo Sindicato dos Produtores dos EUA

Isso tudo, depois de quase quatro décadas, virou apenas uma história divertida e que muitos acreditam ser lenda. Para marcar esse capítulo da história do rock, Ozzy Osbourne anunciou neste domingo (20), nos canais digitais, o lançamento de um morcego de pelúcia comemorativo. As redes sociais do artista trouxeram a arte com o bicho de pelúcia de 30 centímetros, que está à venda exclusivamente via internet por 40 dólares. Detalhe: o morcego tem a cabeça removível em velcro.

Fonte: Rádio Rock | Foto: Divulgação