Ozzy Osbourne ‘ameaçou’ Zakk Wylde por tocar com o Guns N’ Roses; entenda

Ozzy Osbourne gravou Ozzmosis em 1995. Na época, Zakk Wylde era o guitarrista da banda do Príncipe das Trevas. Começava a ganhar destaque na carreira – e por isso recebeu um convite para se juntar ao Guns N’ Roses.

Axl [Rose] me contou que um dia ele e Slash estavam conversando, tipo, ‘quem mais você quer colocar na guitarra?’ E eu acho que surgiu o meu nome. ‘Por que a gente não pergunta ao Zakk o que tá rolando?’, e o Axl ficou, tipo, ‘beleza, vou ligar pra ele. Então o Axl acabou conseguindo meu número e ele me ligou: ‘e aí, Zakk, cara. É o Axl. Eu estava pensando se você queria se juntar e fazer uma jam com os caras.’ e eu disse ‘claro. Sem problema’, então acabamos fazendo essa jam”, contou Wylde em entrevista ao Musicians Institute

+ ‘Novo disco do Offspring já está pronto’, garante Noodles

O convite aconteceu durante o processo de gravação do Ozzmosis, embora as sessões não fossem frequentes. Em idas e voltas de Los Angeles, Wylde intercalava os projetos de Ozzy Osbourne e do Guns N’ Roses. Mas Ozzy não gostou disso e fez uma intervenção com seu guitarrista.

O Ozzy falou, ‘Zakk, olha, a gente vai se preparar para entrar em turnê. Você vai tocar…?’ Ele estava tipo ‘você pode fazer os dois, mas, eu preciso de uma resposta, se você vai ficar tocando com eles e comigo. Começamos a turnê segunda-feira. Você vai estar pronto pra ir ou não?’ Eu não conseguia uma resposta [do Guns], e tudo estava jogado no ar, e o Ozzy estava, tipo, ‘Eu preciso arrumar outra pessoa aqui, cara”, revelou o guitarrista.

A pressão da escolha deu uma ideia a Wylde: focar suas energias em um novo projeto.

Fiquei ali sentado, tipo, ‘O que eu vou fazer? Eu tenho um monte de riffs aqui. Não estou tocando com o Ozzy agora. Não vou fazer a coisa com o GNR. F***-se.’ E aí surgiu o Black Label Society. Foi basicamente assim que nasceu”, confessou Zakk Wylde.

Fonte: Rolling Stone | Foto: Divulgação