Oscar cria categoria ‘filmes populares’ e limita tempo de transmissão

O Oscar vai incluir uma nova categoria de premiação, dedicada ao que chama de “filmes populares”, e vai reduzir o tempo de transmissão da cerimônia para três horas. As mudanças, anunciadas nesta quarta-feira (8) pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, são vistas pela imprensa especializada americana como um esforço para aumentar os índices de audiência da cerimônia na TV. Em 2018, o Oscar teve 26,5 milhões de telespectadores, de acordo com a Associated Press. Foi a primeira vez que o número ficou abaixo dos 30 milhões desde 2008. O resultado representou ainda uma redução histórica de 19% em relação ao ano anterior.

+ Demi Lovato cancela shows no Brasil para ‘focar em recuperação’

A Academia não deu detalhes sobre quais filmes vão ser elegíveis na nova categoria. Os critérios ainda vão ser definidos, de acordo com o comunicado. Também não se sabe quando o prêmio vai ser entregue pela primeira vez. O Oscar já entregou sua mais importante estatueta, a de Melhor Filme, para blockbusters, como Titanic (1997) e Gladiador (2000).

‘Onde a Amazônica começa e o Nordeste termina’ em exposição no Campus 8

Essa não é a primeira vez que a Academia faz mudanças na premiação para tentar ser mais democrático em suas categorias principais. Em 2009, o Oscar ampliou o número máximo de candidatos a Melhor Filme de cinco para dez. A alteração aconteceu depois de membros e fãs reclamarem da exclusão de Batman: O cavaleiro das trevas (2008) da lista de concorrentes na categoria principal. O Oscar 2019 está marcado para 24 de fevereiro, no Teatro Dolby, em Los Angeles (EUA). Em 2020, a cerimônia deve acontecer mais cedo, em 9 de fevereiro.

Fonte: G1 | Foto: Chris Pizzello