Morre Robert Hogan, ator de Law & Order, aos 87 anos

Robert Hogan, ator conhecido por participar de inúmeras séries de TV, morreu aos 87 anos no dia 27 de maio. A notícia foi confirmada pela família do artista em um obituário para o New York Times. Os familiares também revelaram que Hogan morreu na própria casa, nos Estados Unidos, em consequência de uma pneumonia. Ele lutou contra o Alzheimer durante os últimos oito anos de vida. Nascido em Nova York, Hogan serviu o exército norte-americano na Coreia antes de estudar engenharia e, mais tarde, dar início à carreira de ator. Na televisão, Hogan participou de mais de 100 produções.

+ Sam Smith libera cover de clássico de Cyndi Lauper; ouça

“Além da Imaginação” (1964), “Batman e Robin” (1966), “Jeannie é um Gênio” (1970), “Mary Tyler Moore” (1972), “M*A*S*H” (1976), “O Incrível Hulk” (1980) são alguns destaques da carreira de Hogan. O ator ainda participou de “Law & Order” (1991), “All My Children” (1992), “A Escuta” (2003), “Law & Order: Unidade de Vítimas Especiais” (2011). Nos teatros, ele também ganhou destaque e ganhou o Outer Critics Circle Award com a peça “Never The Sinner”. Em “Era uma Vez em… Hollywood” (2019), de Quentin Tarantino, Hogan é homenageado quando Rick Dalton (Leonardo DiCaprio) assiste um episódio de “The F.B.I.” (1965) e elogia a performance dele. Robert Hogan deixa a esposa, Mary Hogan, os filhos Chris, Stephen e Jud, e os netos Liam e Sunanna.

Fonte: Rolling Stone | Foto: Divulgação