Morre aos 103 anos o lendário Kirk Douglas, estrela de ‘Spartacus’

Kirk Douglas, ator e cineasta americano, morreu aos 103 anos nesta quarta-feira (5). Ele vinha passando por problemas de saúde desde 1996, quando sofreu um acidente vascular cerebral. Indicado ao Oscar três vezes, o galã de filmes como Spartacus (1960) se aposentou depois que passou a ter dificuldades para falar, devido ao AVC. Kirk também foi três vezes indicados ao Emmy, a premiação mais importante da TV americana. No Globo de Ouro, levou duas estatuetas: uma de melhor ator em drama (por Sede de viver, de 1956) e outra por sua filmografia, o prêmio especial Cecil B. DeMille. O filho e também ator Michael Douglas lamentou a morte por meio de um comunicado para a revista People

+ Megadeth | Dave Mustaine irá lançar livro sobre o álbum ‘Rust In Peace’

É com tremenda tristeza que, meus irmãos, anuncio que Kirk Douglas nos deixou hoje aos 103 anos. Para o mundo, ele era uma lenda, um ator da idade de ouro dos filmes que viveu seus anos dourados, um humanitário cujo compromisso com a justiça e as causas em que ele acreditava estabeleceram um padrão que todos nós temos que buscar”, disse Michael.

Filho de imigrantes russos analfabetos, Kirk Douglas interpretou papéis emblemáticos do cinema, do escravo Spartacus ao pintor Vincent van Gogh, passando pela lenda do velho oeste Doc Holliday. Ele trabalhou em mais de 80 filmes, mas se notabilizou por nunca ter aceitado um papel em uma sequência, mesmo com a possibilidade de ganhar cachês ainda mais altos. Nos anos 1970, preferiu se dedicar a uma breve carreira de cineasta com os filmes Ambição Acima da Lei (1975) e As Aventuras de um Velhaco (1973). Kirk deixa sua esposa Anne, três filhos e sete netos.

Fonte: G1 | Foto: Reuters