Mississippi, nos EUA, libera shows com capacidade total

E no estado do Mississippi, nos Estados Unidos, a Covid-19 não parece ser mais um problema. Apesar da pandemia ainda estar levando vidas diariamente no mundo inteiro, o governador local, Tate Reeves, liberou que todos os estabelecimentos comerciais da região abrissem com 100% da capacidade e retirou a obrigatoriedade do uso de máscaras pelo público. Republicano, o político seguiu o exemplo do colega de partido, o governador do Texas, Greg Abbott. No Mississippi as medidas já estão valendo desde quarta-feira (3), enquanto no Texas tudo passa a vigorar a partir do próximo dia 10.

+ Elza Soares toma 2ª dose da vacina e lamenta mortes

Estamos tirando a obrigatoriedade do uso de máscaras em todos os nossos condados e os negócios poderão operar com capacidade máxima sem qualquer imposição do estado. Os nossos números de hospitalizações e casos despencaram e a vacina está sendo rapidamente distribuíd Se as empresas ou indivíduos decidirem tomar precauções adicionais, eles estão completamente dentro dos seus direitos. Na verdade, pode ser algo inteligente a se fazer. Mas não iremos continuar usando a mão pesada do governo quando não há mais justificativas por causa da realidade ao nosso redora”, disse Reeves em comunicado à imprensa.

É claro que a liberação da abertura dos estabelecimentos não significa, necessariamente, que as casas de shows irão abrir as portas para promover grandes aglomerações já nos próximos dias. Vale lembrar que desde o início de dezembro os EUA têm uma média superior a 2 mil mortes por dia e apesar de uma ligeira queda, ainda é cedo demais para dizer que a situação é “segura”. No próprio estado do Mississipi, o dia do relaxamento nas restrições veio com 43 mortes, sendo que a média do estado nos últimos 7 dias era de 21.

Fonte: TMDQA | Foto: Divulgação