Mike Shinoda lança álbum feito com fãs em isolamento

Mike Shinoda cansou de fazer música sozinho. Durante o isolamento rígido de Los Angeles, o cantor do Linkin Park viu na Twitch (rede social usada por streamers de jogos) uma possibilidade de se conectar com a pessoas em um ambiente mais “civilizado” que o de outras redes sociais. Dos encontros diários de três horas, nasceu o álbum colaborativo Dropped frames vol. 1, que chega às plataformas digitais nesta sexta (10). Mesmo ansioso por férias após a pandemia, ele disse que deve se reunir com os outros integrantes do Linkin Park para preparar a comemoração dos 20 anos de Hybrid Theory, primeiro álbum de estúdio. Mas parece desconfortável ao falar sobre a banda e Chester Bennington, morto em 2017. Sobre a Linkin Park, ele respondeu com pausas entre as palavras. Já sobre Chester, preferiu não comentar muito.

+ Rogério Flausino compara Emicida com Cazuza; entenda

Sempre que falo sobre isso, as pessoas têm uma ideia errada”. disse.

Sobre outros assuntos, ele gosta de conversar – um pouco como faz em seu canal de streaming. Ele falou sobre a família dividida politicamente – e que ele não entraria nessa apesar de ter brincado no Twitter. Sobre o cansaço de letras nas músicas e fãs brasileiros que só têm um pedido nas redes sociais (por favor, venha ao Brasil) tem spoiler: ele pretende atender. Confira a entrevista na íntegra.

Fonte: G1 | Foto: Divulgação