Metallica usa cães para detectar contaminados por Covid-19

O Metallica está usando da máxima precaução para se manter em turnê nesse período preocupante de aumento de casos de Covid-19 em todo o mundo. A banda usa cães farejadores para detectar possíveis contaminados pelo novo coronavírus. De acordo com uma reportagem da Rolling Stone, o Metallica e o Tools contrataram uma empresa chamada Bio Detection K9 que treina cães farejadores para detectarem vírus, bactérias e fungos e desde o início da pandemia estão treinados para identificar pessoas também contaminadas pelo coronavírus – e toda as cepas. A Nascar também já contratou a empresa.

+ Sofia Carson lança single; confira Loud

Os cachorros não deixaram passar ninguém”, comemorou o empresário da Q Prime, que representa o Metallica e Eric Church.

Ainda segundo a matéria, 12 cachorros estão aptos pro serviço e outros oito em treinamento. Após cerca de seis semanas de treinamento, os cães são ensinados a cheirar as mãos e os pés das pessoas. Se detectam o vírus, eles se sentam. Dois integrantes da turnê do Eric Church teriam sido identificados com Covid-19 com a ajuda dos cães.

Fonte: Popline | Foto: Divulgação