Maria Gadu exalta a cultura indígena em nova música e clipe ‘Mundo Líquido’

Em imersão nas águas do Rio Negro, Maria Gadú se debruça nas origens da ancestralidade indígena e gera seu mais novo projeto Mundo Líquido, lançado nesta segunda-feira (22). O single também ganhou um videoclipe gravado no íntimo da biodiversidade amazônica.  O novo trabalho põe fim ao hiato de quatro anos da cantora, desde o último projeto autoral Guelã, em 2015. Embasado no retorno às origens ancestrais da cultura indígena, Gadú, em um sensível chamado, clama pela memória e pela força histórica do povo brasileiro. Com Maria Gadú (voz, violão, guitarra e synth), Ana Karina Sebastião (baixo) e Felipe Roseno (percussão), Mundo Líquido foi gravada a bordo da expedição Katerre e seduz a atenção com os fluídos sons da natureza e o canto do povo Guajajara. Já o clipe, que incorpora a simbologia e as cores da floresta Amazônica, flerta com o feminino e com a noção do espaço ser emergido por meio da cultura indígena e a natureza. Confira:

+ Artista brasileiro cria cartaz para turnê nacional do Dead Kennedys no país

Fonte: Rolling Stone | Foto: Divulgação