Legião Urbana | Guitarrista protesta contra apreensão

Dado Villa-Lobos, guitarrista da Legião Urbana, se mostrou indignado com a apreensão pela Polícia Civil de fitas com materiais gravados por Renato Russo, nesta semana, num depósito da gravadora Universal, no Rio de Janeiro. Em uma entrevista para o jornal O Globo, o músico lamentou como a ação dos policiais foi realizada.

+ Chris Cornell | Álbum de covers chega de surpresa; ouça

Não consigo entender como um delegado, a polícia se prestam a isso, estão quebrando um contrato mundial. Alguma coisa tem que ser feita. Isso não é um arquivo qualquer, é o arquivo da Legião Urbana, que eu acredito ter um valor muito grande para a cultura musical do Brasil, para os brasileiros que cresceram ouvindo isso”, declarou.

O guitarrista garante que nada está sendo escondido nem por ele, nem pelo produtor Marcelo Fróes, que foi contratado para digitalizar todas as fitas. Dado diz temer pela conservação do material que tem mais de 30 anos e informou que não vai autorizar o lançamento dos materiais apreendidos até que a Universal os receba de volta. Em nota ao O Globo, a gravadora disse que foi surpreendida com este mandado de busca e apreensão em seu arquivo de tapes e que tomará medidas legais cabíveis. Através de sua assessoria de imprensa, Giuliano Manfredini, filho de Renato Russo, disse que vai buscar o auxílio de profissionais especializados para manusear, higienizar e catalogar o material.

Fonte: Rádio Rock | Foto: Divulgação