Led Zeppelin vence processo de plágio por ‘Stairway to Heaven’

O Led Zeppelin venceu mais uma etapa do processo contra a banda Spirit, que alegou que os roqueiros britânicos haviam plagiado a sua Taurus para criar o hit Stairway to Heaven. Nesta segunda-feira (9), os juízes de um circuito de apelos nos EUA decidiu que um novo julgamento não é preciso para decidir a questão. A informação é do The Hollywood Reporter. Em 2016, um júri já havia determinado que o Led Zeppelin não plagiou a obra Taurus, mas advogados do caso pediram por um novo exame das evidências. A decisão desta segunda, com 54 páginas, deve se tornar um marco para outros casos de direitos autorais nos EUA.

+ Amy Winehouse | ‘Verdadeira história’ será contada em documentário

Entre os aspectos mais relevantes do texto, o juízes decidiram que não houve erro em proibir que o júri de 2016 ouvisse Taurus no tribunal. Além disso, a decisão ignora a “regra do acesso inverso”, que determinava que, quanto mais conhecida fosse uma obra, menor era a responsabilidade de provar a similaridade com outra. Michael Skidmore, que administra o legado do Spirit e o principal compositor, Randy Wolfe, processou o Led Zeppelin originalmente em 2014. O júri original não pode ouvir Taurus porque o instrumental nunca foi comercialmente lançado, apenas registrado pelo autor em um escritório de patentes.

O mundo dos direitos autorais mudou muito durante o século 20, e nossa decisão foi informada por isso”, definiu a juiza Margaret McKeown, que escreveu a decisão.

Fonte: UOL | Foto: Divulgação