Homem assiste Spider-Man 292 vezes e entra no Guiness

Um homem na Flórida, nos Estados Unidos, bateu o recorde mundial depois de assistir ao filme “Homem-Aranha: Sem volta para casa” 292 vezes. A marca foi reconhecida pelo Guiness World Records. Ramiro Alanis passou um total de 720 horas, ou 30 dias, assistindo ao último filme da saga de “Spider-Man” entre 16 de dezembro de 2021 e 15 de março de 2022. Ele estima ter gastado US$ 3,400 (cerca de R$16 mil) nos ingressos. Nas primeiras semanas da sua tentativa de recorde, ele assistiu a cinco exibições consecutivas por dia.

+ KLB anuncia volta aos palcos após sete anos

Este não é o primeiro recorde de Alanis. Ele já tinha quebrado o recorde de “maior quantidade de produções cinematográficas assistidas do mesmo filme” em 2019, depois de assistir “Vingadores: Ultimato” 191 vezes. Mas em 2021, Arnaud Klein o derrotou assistindo a “Kaamelott” 204 vezes, segundo informou um comunicado de imprensa do Guinness World Records. De acordo com o Guiness, Alanis foi atrás deste recorde para homenagear a sua vó, já falecida, Juany.

Regras para o registro no Guinness

As regras para o registro dizem que o “filme deve ser assistido independentemente de qualquer outra atividade”, desta forma, Alanis não podia cochilar, usar o telefone ou até mesmo ir ao banheiro enquanto assistia ao filme. Além do mais, Alanis conciliava as exibições do filme com obrigações familiares e de trabalho. Com essas centenas de visualizações, Alanis se tornou um especialista no roteiro do filme. Ele disse ao Guinness que pode “praticamente recitar o diálogo junto com o filme”.

+ Almanaque da Música UCSfm | 18 de abril

“Homem-Aranha: Sem volta para casa” apresenta Tom Holland como Peter Parker e Zendaya como MJ; os dois enfrentam vilões da Marvel. O sucesso de bilheteria também trouxe de volta Andrew Garfield e Tobey Maguire, que já interpretaram o Homem-Aranha. Graças a Alanis e outros espectadores, “Homem-Aranha: Sem volta para casa” faturou mais de US$ 1 bilhão em vendas globais.

Fonte: G1 | Foto: Divulgação