Guitarrista do Misfits é sincero sobre conhecer fãs em shows: “não queria”

Se você é fã de Misfits e sonha em um dia tirar uma foto com o guitarrista Doyle Wolfgang von Frankenstein, saiba que isso tem um preço — literalmente! Em entrevista recente ao podcast The Liquid Conversations, Doyle deixou claro que é contra a atual indústria da música e a sua remuneração, e aproveitou esse gancho para explicar porque cobra 50 dólares para fazer meet and greet com seus fãs:

“O pior é que todo mundo rouba música, você gasta milhares e milhares de dólares para fazer um disco e todos esses vermes só estão nos roubando. E eles querem mais! E aí você vira um idiota por cobrar 50 dólares para fazer meet and greet. Você acha que eu quero conhecer todas essas pessoas? Quando termina [o show] eu só quero tomar banho e ir para cama.”

+ Weezer lança as inéditas “High As A Kite” e “Living In LA”

O guitarrista dos Misfits ainda citou a famosa treta de Lars Ulrich (Metallica) com a Napster — o baterista processou a empresa em 2000 por compartilhamento ilegal de suas músicas –, defendendo o ponto de visto do músico:

“Lars Ulrich estava certo quando fodeu com a Napster. E todo mundo achou que ele era um idiota. Ele não fez isso só por ele, ele tem a porra do dinheiro, ele fez isso para merdas como eu.”

Wolfgang está atualmente realizando mais um de seus clássicos shows com o Misfits juntamente de Glenn Danzig e Jerry Only.

Fonte: TMDQA!
Foto: Dave Burke