Greta Van Fleet não lê mais o que críticos escrevem sobre eles

Goste do som dos caras ou não, é impossível negar o tamanho e a proporção que o Greta Van Fleet atingiu no último ano. Seja elogiando, ou falando que eles copiam o Led Zeppelin, todo mundo tem falado do quarteto. Em entrevista à Forbes, a banda falou sobre esse disparo intenso e instantâneo à fama, e os pontos positivos e negativos que vêm com isso. Sam Kiszka, baixista, revelou que eles tentam ignorar ao máximo tudo que é publicado sobre o Greta Van Fleet, e que dar muita bola para opinião externa pode prejudicar o trabalho que buscam fazer. Segundo ele, se dessem muita atenção para o que escrevem por aí, ao invés de compor as músicas que realmente querem, eles estariam constantemente pensando “tá, como então a gente faz pra salvar o rock ‘n’ roll?”.

É por isso que não nos sentimos pressionados, porque tentamos ignorar o máximo possível. Achamos que isso pode ser perigoso para o lado artístico”, comentou Sam.

Ryan Adams é investigado pelo FBI por assédio sexual a fã menor de idade

Danny Wagner, baterista, reafirmou o que o companheiro disse, e acrescentou que eles leem apenas “doses saudáveis”. O vocalista Josh Kiszka, por sua vez, contou que acha todo esse cenário muito maluco, mas que infelizmente alguns veículos perderam a confiança da banda.

Não temos controle algum sob tudo isso, então de certo modo é fascinante. Muitas coisas acabam chegando até nós, e é sempre ou muito positivo ou esmagadoramente negativo”, revelou Josh.

No último domingo (10) a banda ganhou o Grammy de Melhor Álbum de Rock.

Fonte: Rolling Stone | Foto: Jordan Strauss