imagem divulgação

Greta Van Fleet é a maior banda de garagem do mundo, diz site

Stereoborad.Com entrevistou Sam Kiszka, baixista do Greta Van Fleet, e afirmou que a banda se tornou a maior representante do rock de garagem do mundo.

De acordo com o site, o grupo foi crucificado no seu início de carreira pela mídia e pela comunidade rock’n’roll por comparações com o Led Zeppelin. No entanto, graças a um segundo álbum mais cinematográfico, Battle at Garden’s Gate, de 2021, e ao recém-lançado Starcatcher, o Greta Van Fleet não só começou a afirmar sua própria identidade com resultados impressionantes, mas também apagou muitas dessas chamas críticas.

“Não há outra banda em cena agora com tração, alcance e carisma para manter a bandeira do rock clássico hasteada alta e formosa em seus ambientes mais naturais”, diz a publicação sobre a banda.

O site quis saber de Sam quais foram os aspectos mais desafiadores de passar de tocar em pequenos lugares para as principais arenas do mundo. Ele respondeu: “Ainda somos uma banda de garagem. Só temos um local maior agora”.

O baixista do Greta Van Fleet acrescentou: ” No que diz respeito aos desafios, quando você está tocando para mais pessoas, isso tira mais de você. No momento, é muito esse ciclo de feedback positivo em que estamos tendo e eles [o público] recebem a energia e dão a energia e nós damos a energia de volta, então é um vaivém”.

Sam também destacou a essência do novo disco Starcatcher: “É um álbum de rock ‘n’ roll e mais despojado em muitos aspectos. É um pouco mais de som de garagem e esse era o objetivo. Volte à agressão crua do rock’n’roll e homenageie a energia. Isso torna muito fácil traduzir em uma grande sala, e é por isso que o AC/DC é uma grande banda de arena ou estádio, porque sua música é muito direta. Traduz. Não há um monte de notas acontecendo, está tudo ali”.

Fonte Radio Rock

Fer Machado

Diretor Artístico Rádio UCSfm

0:00
0:00