Grammy 2021: tributo a Eddie Van Halen é alvo de críticas

A 63ª cerimônia do Grammy rolou na noite deste domingo (14) pela primeira vez de forma virtual, devido à pandemia de Covid-19. O prêmio é totalmente mergulhado no universo da música pop, mas o tributo a Eddie Van Halen no segmento “In Memoriam”, voltado aos músicos que faleceram no ano passado, deixou a desejar. A homenagem ficou restrita a um vídeo de poucos segundos, o que gerou uma enxurrada de críticas dos fãs nas redes sociais. O site Meaww.Com, por exemplo, classificou como “patético” o tributo a um dos gênios da guitarra.

+ Oscar 2021 anuncia indicados da premiação; confira lista

De imediato, Garry Cherone, vocal do Extreme e ex-Van Halen, usou seu Twitter para se manifestar.

Talvez um artista que reinventou como se toca um instrumento, que continua influenciando gerações de músicos e, literalmente, mudou o curso do rock ‘n’ roll merecesse mais de quinze segundos no Grammy?”, escreveu.

O radialista americano Eddie Trunk compartilhou um vídeo do tributo para criticar a organização do Grammy.

Então, em um show de mais de 3 horas, isso é tudo o que a academia poderia reunir para um ícone? Estou mais do que indignado e enojado. Eles tiveram 5 meses para fazer alguma coisa… Wolfgang [filho de Eddie] tinha uma música de rock número 1 e ele poderia ter tocado”, esbravejou Trunk no Instagram.

Fonte: Rádio Rock | Foto: Divulgação