Filme gaúcho vence prêmio em festival na Espanha

A Colmeia, segundo filme do diretor gaúcho Gilson Vargas, foi o vencedor da categoria de Melhor Longa-Metragem Estrangeiro no Festival de Cinema de Zaragoza, na Espanha. O longa iniciou a carreira em festivais no último dia 24, com exibição na programação do PÖFF 23 – Black Nights International Film Festival, na mostra Rebels With a Cause, na Estônia, seguindo para o Cine Zaragoza e chegando ao público brasileiro no 52º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, em Brasília. Segundo Vargas, diferente de “Dromedário no Asfalto”, filme de estreia dele, um road movie tanto no roteiro quanto na  produção, A Colmeia é um filme de processo.

+ Globo de Ouro revela indicados da edição 2020

Tivemos a oportunidade de fazer uma imersão com equipe e atores no universo do filme antes das gravações, com visitas às locações, trabalho de pesquisa dos personagens, aulas de alemão e muito ensaios”, contou o diretor.

Filmado em 2017 nos municípios de Maratá e Harmonia, interior do Estado, o longa situa-se na no período da Segunda Guerra Mundial e traz como protagonistas um grupo de imigrantes alemães que vive isolado no interior do Brasil. Eles tentam se manter invisíveis, mas a curiosidade dos mais jovens e a insegurança perante o novo ambiente instaura uma tensão e um ciclo de violência sem volta. A Colmeia flerta com o cinema de suspense, com doses de poesia visual, refletindo sobre os conflitos gerados pelo medo e a opressão. O lançamento está previsto para março de 2020, após o filme circular por festivais.

Fonte: Correio do Povo | Foto: Divulgação