Exposição de Rita Lee é prorrogada até fevereiro

A exposição “Samsung Rock Exhibition Rita Lee”, que revisita grandes figurinos e itens de memorabilia da mãe do rock nacional, Rita Lee, foi prorrogada no Museu da Imagem e do Som de São Paulo (MIS-SP) até 20 de fevereiro de 2022. Disponível de terça a domingo, das 10h às 18h, a mostra já é um sucesso e tem reunido fãs de todo o Brasil. Nos bastidores, corre a informação de que centros culturais de outras cidades – e até países – já demonstraram interesse em receber o projeto. A curadoria é do filho da artista, João Lee, enquanto a direção criativa fica nas mãos do jornalista e estudioso do legado cultural de Rita, Guilherme Samora.

+ Facebook pode mudar de nome em breve; entenda

Sou dessas acumuladoras que não jogam fora nem papel de embrulho e barbante. Todas as peças contam uma história diferente e engraçada. Mas o vestido de noiva que Leila Diniz usou e a bota prateada da Biba eu dou valor. E ambos são produtos de roubo”, disse Rita.

A exposição abre as portas de terça a domingo, das 10h às 18h e as entradas, que custam entre R$50 (inteira) e R$25 (meia), estão disponíveis tanto na Bilheteria MIS, quanto on-line através dos sites da Inti e da Ingresso Rápido. De terça a sexta, o MIS oferece gratuidade nos primeiros horários (10h, 10h30, 11h e 11h30). A retirada de ingressos acontece diretamente na bilheteria (sujeito a lotação) ou através de reserva on-line na Inti. Em setembro, Rita liberou na parceria do amor Roberto a primeira faixa inédita em quase 10 anos. A bilíngue “Change” tem produção do DJ Gui Boratto.

Fonte: Papel Pop | Foto: Guilherme Samora