Estudo revela as músicas mais perigosas para ouvir enquanto dirige

Ouvir música no carro pode tornar a viagem muito mais agradável. No entanto, cientistas descobriram que as faixas acima de 120 batimentos por minuto (bpm), portanto mais aceleradas, fazem com que as pessoas dirijam de maneira irregular. Foi realizado um estudo no qual os participantes percorriam uma autoestrada de seis pistas com um simulador de direção. Assim, pôde-se observar que músicas mais agitadas faziam com que os motoristas também aumentassem a velocidade do veículo. Nos piores casos, eles dirigiam cerca de 10 km/h mais rápido em relação aos que ouviam canções mais tranquilas. Além disso, enquanto os motoristas, em média, mudam de faixa 70 vezes durante a simulação de uma hora, com ritmos mais frenéticos, esse número aumentou para 140.

+ Macaco Noturno | Versão europeia do Homem-Aranha ganha trailer oficial

Com 189 bpm, American Idiot, do Green Day, liderou a lista das mais perigosas, enquanto Stairway to Heaven, do Led Zeppelin, foi apontada como a menos perigosa, por ter o mesmo efeito calmante que a ausência de música. O pesquisador Qiang Zeng, da Universidade de Ciência e Tecnologia do Sul da China, disse à revista International Journal of Environmental Research and Public Health:

Os resultados são úteis para o desenvolvimento de estratégias eficazes no que diz respeito à educação de condutores”, comentou.

As músicas mais perigosas

1. “American Idiot” – Green Day
2. “Party In The USA” – Miley Cyrus
3. “Mr. Brightside” – The Killers
4. “Don’t Let Me Down” – The Chainsmokers
5. “Born To Run” – Bruce Springsteen

As músicas menos perigosas

1. “Stairway To Heaven” – Led Zeppelin
2. “Under The Bridge” – Red Hot Chili Peppers
3. “God’s Plan” – Drake
4. “Africa” – Toto
5. “Location” – Khalid

Fonte: Rolling Stone | Foto: Divulgação