Em entrevista, Bruce Dickinson critica downloads e serviços de streaming

Bruce Dickinson, o frontman do Iron Maiden, soltou o verbo contra a indústria do streaming em uma nova entrevista para o Comebackstage, um blog alemão. Durante a conversa, o músico falou sobre como os artistas que estão começando as carreiras agora encaram problemas diferentes dos existentes na época em que ele iniciou a própria carreira. Conforme Dickinson, o Napster, serviço de downloads fundado em 1999, “destruiu o conceito da música ter qualquer valor”.

+ Jennifer Hudson interpretará Aretha Franklin em novo filme biográfico

“Eu acho que o cara [que fundou o Napster] deveria ser preso, ou talvez ele já tenha sido preso — ele merece estar. Foi um ato de pura auto-destruição egoísta”, opinou Dickinson.

O cantor disse ainda que hoje em dia “as pessoas pagam por qualquer coisa”, exceto música:

“Eu não sei onde vamos parar no futuro. É possível que o mundo dos downloads digitais comece a render um pouco mais de dinheiro e que os artistas comecem a ganhar um pouco mais”, projetou o frontman do Iron Maiden.

Confira a entrevista completa no vídeo a seguir:

Fonte: TMDQA