É #FAKE que enfermeira argentina morreu após tomar vacina russa

Circula pelas redes sociais uma mensagem que diz que a enfermeira do Exército María Dominguez morreu no quartel Zapala, em Neuquén, na Argentina, horas após tomar a vacina russa contra a Covid-19. É #FAKE. Em nota, o Exército argentino afirma que a enfermeira não tomou nenhuma vacina contra a Covid-19.

Diante dos rumores infundados que circulam nas redes sociais, queremos esclarecer que a sargento, integrante do Exército argentino, não foi vacinada contra a Covid em nenhuma de suas variantes”, diz o texto.

+ Sharon Osbourne ainda sofre consequências da Covid-19

A nota diz que a morte da enfermeira, ocorrida em 1º de janeiro de 2021, ocorreu por insuficiência cardíaca e taquiarritmia, em decorrência de tromboembolismo pulmonar, segundo relato do médico Hugo Nieto, responsável por verificar a morte. A ministra da Saúde de Neuquén, Andrea Peve, também publicou no Twitter um desmentido acerca da mensagem falsa.

Em relação aos rumores que envolvem uma pessoa falecida, cabe esclarecer que ela não havia recebido a vacina Sputnik V. Acompanhamos sua família neste momento e lamentamos que sua dor seja agravada por tais mensagens falsas”, disse Andrea.

Fonte: G1 | Foto: Divulgação