Dinho Ouro Preto revela dano nas cordas vocais após Covid-19

Dinho Ouro Preto já passa bem e está curado do coronavírus. Porém, o vocalista do Capital Inicial se abriu sobre a doença e revelou que o Covid-19 provocou uma sequela desagradável para ele, que são edemas nas cordas vocais. O edema é a acumulação excessiva de muco nas cordas vocais, que pode causar dificuldade de respiração e prejudicar a qualidade da voz. Já Dinho disse que faz acompanhamento com uma fonoaudióloga para tratar de uma rouquidão remanescente.

Estou assim desde a Covid. Fiquei com edema nas cordas vocais e ainda estou me recuperando. Estou fazendo exercícios diários e foi dito para eu não falar. Que eu devia cantar, e falar menos. O que é uma coisa difícil para mim porque eu falo pra caraca”, contou o vocalista em uma Live de Dia dos Namorados, com Zélia Duncan.

+ Barbra Streisand doa ações da Disney para filha de George Floyd

Dinho também deu alertou os fãs e demais expectadores:

Me considero vitorioso só por ter vencido o vírus sem ser hospitalizado. Não é uma brincadeira, é sério. Usem máscara e evitem aglomerações se puderem”, disse o vocalista.

O cantor do Capital Inicial ainda avaliou a flexibilização do isolamento social como uma decisão muito antecipada das autoridades.

É um momento muito perigoso para o nosso país. O coronavírus pode sair do controle e matar muito mais gente do que o país pode lidar’, comentou Dinho.

Fonte: Rolling Stone | Foto: Divulgação