Descoberta gravação que mostra os Beatles discutindo o seu futuro pós-‘Abbey Road’

Um dos maiores especialistas em Beatles no mundo, se não o maior, descobriu uma gravação que pode mudar totalmente a visão que se tinha, até aqui, dos derradeiros anos da banda. Mark Lewisohn, que está escrevendo a biografia definitiva do quarteto, escutou uma fita que mostra John Lennon, Paul McCartney e George Harrison discutindo os próximos planos da banda. Ringo Starr não estava presente por estar no hospital tratando de um problema intestinal. O registro foi feito há 50 anos, em 8 de setembro de 1969.

Sempre se acreditou, através de inúmeras biografias e textos históricos, que o álbum “Abbey Road”, lançado em 26 de setembro daquele ano, foi concebido como um disco de despedida e que a ideia era a de que eles iriam se separar deixando um último grande trabalho como legado. Mas talvez não tenha sido bem assim. Na fita, os três falam sobre os planos para a gravação de um single para ser lançado no natal daquele ano e também de um novo álbum que, como se sabe, nunca foram feitos (“Let it Be”, o último disco da banda que chegou às lojas, na verdade foi gravado antes de “Abbey Road”).

O trecho mais fascinante, é o que mostra Lennon, geralmente tido como o grande responsável pela separação, sugerindo que todos eles mostrassem músicas que se candidatariam a ser lançada em compacto. Mais interessante ainda, é o trecho em que ele sugere uma nova fórmula para o tal próximo trabalho, com ele, Paul e George escrevendo cada um quatro músicas, e Ringo duas, caso ele assim desejasse. O guitarrista também se mostra favorável a que, a partir desse momento, o compositor individual da canção fosse identificado nas músicas da parceria Lennon e McCartney – como se sabe, muitas das canções da banda foram assinadas pela dupla, mas escritas apenas por um deles.

+Pet Shop Boys lançam ‘Dreamland’ em parceria com o Years & Years

A gravação também mostra, que o clima ali, também já não era mais o de amizade. Em um momento Paul fala que “até este álbum, eu nunca achei músicas de George muito boas”. Harrison havia acabado de colocar “Something” e “Here Comes The Sun” no mais recente álbum, mas já havia dado provas de seu talento anteriormente, vide “Taxman”, “If I Needed Someone” e, principalmente, “While My Guitar Gently Weeps”. Harrison responde que é tudo questão de gosto e que muita gente gostava de suas composições.

Lennon também sugere que o grupo deveria gravar apenas músicas que todos concordassem ser boas e que Paul deveria dar composições suas como “Maxwell’s Silver Hammer”, que nenhum dos outros três gostava, para outros artistas gravarem. Paul simplesmente fala que gravou a faixa porque gostava dela. Ou seja, o fato é que no fundo, eles estavam tendo mais e mais dificuldades de trabalharem em conjunto.

A dissolução dos Beatles se deu em 31 de dezembro de 1970, quando Paul McCartney entrou com uma ação para colocar um fim na parceria contratual da banda.

Fonte: Vagalume
Foto: Mark Lewisohn