Democracia em Vertigem coloca Brasil no Oscar depois de três anos

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas revelou ontem, 13, os indicados para o Oscar 2020. E depois de três anos, o Brasil foi novamente selecionado para participar da cerimônia com o documentário Democracia em Vertigem. A última indicação do país à premiação foi em 2016, com a animação O Menino e o Mundo, de Alê Abreu.

Lançado pela Netflix em junho de 2019, Democracia em Vertigem conta detalhadamente o processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff e a crise política que acompanhou o mandato dela. Esta é a primeira indicação de Petra Costa na renomada premiação de Hollywood. Entre os outros trabalhos de destaque da diretora estão os filmes premiados  Elena e Olmo e a Gaivota.

+ Dolly Parton está produzindo músicas para serem lançadas após sua morte

Outra coprodução brasileira que recebeu indicações foi Dois Papas, de Fernando Meirelles, indicado nas categorias de Melhor Roteiro Adaptado e de Ator Coadjuvante, com Antonhy Hopkins. Bacurau e A Vida Invisível foram dois longas-metragens cogitados pelo público brasileiro para os indicados do Oscar, porém, os dois filmes não foram incluídos nem mesmo na pré-seleção da Academia.

Fonte: Rolling Stone