Coleção de guitarras falsificadas é apreendida em aeroporto

Oficiais da Alfândega do Aeroporto Internacional Washington Dulles, nos Estados Unidos, apreenderam 36 guitarras falsificadas vindas da China, segundo informa o site do CBP, Customs and Border Protection officers. Os policiais suspeitaram que as guitarras fossem falsificadas e as detiveram em 15 de dezembro para uma investigação. A coleção possui 27 Gibson, 6 Fender, 2 CF Martin e um modelo Paul Reed Smith. Se autênticas, teriam um preço de varejo na casa de US$ 160 mil, algo em torno de R$ 870 mil.

+ Universidade de Caxias do Sul completa 54 anos nesta quarta-feira (10)

Especialistas em importação do CBP trabalharam com os detentores das marcas e confirmaram que os instrumentos – dois deles acústicos – são falsificados. Os oficiais concluíram a apreensão em 20 de janeiro.

As organizações criminosas transnacionais falsificarão qualquer coisa que gere receitas ilícitas, e vendedores inescrupulosos forrem seus bolsos caçando consumidores desavisados”, disse Keith Fleming, diretor interino de operações de campo da CBP em Baltimore.

Os produtos chineses falsificados são realmente parecidos com os originais, mas a qualidade deles é muito ruim, tanto que o site do CBP diz: “Até Slash, Angus Young e Jimmy Page podem ter dificuldade em tirar bons riffs nessas cordas”.

Fonte: Rádio Rock | Foto: Divulgação