Cineasta francesa Agnès Varda morre aos 90 anos

Agnès Varda, cineasta belga radicada na França, morreu na madrugada desta sexta-feira (29), aos 90 anos, disseram membros de sua família e equipe à agência France Presse. Segundo um comunicado, ela morreu em casa, cercada pela família e amigos. A causa foi um câncer. Varda foi uma das vozes da nouvelle vague, movimento que marcou o cinema francês contestatório dos anos 1960 e influenciou gerações que viriam depois.

+ Gabriel o Pensador faz show em Porto Alegre nesta sexta

A filmografia da diretora inclui títulos como Cléo das 5 às 7 (1962), As duas faces da felicidade (1965) e Os renegados (1985), pelo qual ganhou um Leão de Ouro no Festival de Veneza. Ela também foi indicada ao Oscar em 2018 pelo documentário Visages villages, sobre a própria jornada pelo interior da França, ao lado do artista JR, para fazer retratos e colher histórias de moradores de vilarejos. O trabalho mais recente da cineasta foi a série em documentário Varda par Agnès, que a mostra discutindo sua obra diante de um público ao vivo.

Fonte: G1 | Foto: Alberto Pizzoli