Brian May critica Brit Awards por gênero neutro em premiação

Brian May, lendário guitarrista do Queen, criticou o Brit Awards, a maior premiação de música do Reino Unido, por retirar categorias por gênero da premiação. Em entrevista ao The Mirror, o músico inglês confessou que não vê necessidade de alterar o nome ou as normas dos prêmios da cerimônia. Para o guitarrista do Queen, muitas pessoas não concordam com tal demanda por inclusão, porém têm receio de expressarem o descontentamento.

+ Morre Bart the Bear II, urso ator de Game of Thrones

É uma decisão que foi tomada sem pensar o suficiente. Muitas coisas funcionam muito bem e podem ficar como são. Fico cansado de ver as pessoas tentando mudar as coisas sem pensar nas consequências de longo prazo. Algumas dessas coisas são uma melhoria, outras não. Acho que muitas pessoas estão se sentindo como: ‘Espere aí, isso não está certo’. Mas eles não ousam dizer nada. Eventualmente, haverá algum tipo de explosão”, opinou May.

Em 2019, fontes próximas revelaram que o Brit Awards tinha planos de acabar com as categorias por gênero da premiação: Melhor Artista Masculino Britânico, Melhor Artista Feminina Britânica, Melhor Artista Masculino Internacional e Melhor Artista Feminina Internacional. E isso vai se tornar realidade em 2021. Cabe lembrar que o Brit Awards anunciou nessa semana que vai descartar as categorias feminina e masculina a partir do próximo ano, concedendo prêmios de gênero neutro para artistas locais e internacionais. Agora os músicos concorrem a artista do ano ou artista internacional do ano na cerimônia anual, que ocorre em 8 de fevereiro de 2022.

Fonte: Rolling Stone | Foto: Divulgação