Bono, do U2, reúne artistas de rua na luta contra a Aids

Bono, vocalista do U2, está unindo artistas de rua numa ação que classificou de “luta pelo fim da Aids”. Fundador da instituição de caridade global RED, ele pediu a 17 artistas para que pintem murais em locais nas cidades de Londres, Nova York, Washington, Berlim, Paris e Lyon. O objetivo é aumentar a conscientização sobre a luta contínua para acabar com a Aids, numa movimentação que visa destacar a Conferência trienal do Fundo Mundial de Combate à Aids, que acontecerá em Lyon, na França, no mês que vem.

+ Jack Black pede ajuda para conhecer músico brasileiro que viralizou misturando forró a hit de Nirvana

“Os artistas de rua têm despertado o alarme na luta contra a Aids desde que o HIV apareceu – nas ruas de Nova York nos anos 80. Houve muito progresso, mais do que muitos especialistas previram, mas ainda não o suficiente para colocar as sirenes em repouso”, disse o músico em comunicado. De acordo com Bono, as mulheres continuam a suportar o peso desta doença e todas as semanas 6.000 delas são infectadas desnecessariamente, portanto, há uma situação de emergência. Conheça “Paint (RED) Save Lives”, a primeira campanha global de arte de rua para acabar com a Aids AQUI.

Fonte: Rádio Rock