Bebê de Nevermind apresenta nova ação contra o Nirvana

Após ter o processo arquivado, Spencer Elden recorreu ao caso envolvendo a fotografia de capa do “Nevermind”. Elden é o famoso bebê da lendária foto e em agosto abriu um processo contra o Nirvana por “ponografia infantil” e “exploração sexual”. Em 4 de janeiro, um juiz arquivou o caso, mas abriu espaço para que Elden recorresse à decisão desde que adicionasse novos detalhes ao processo.

+ Muse volta mais pesado do que nunca; ouça Won’t Stand Down

Na nova emenda, Spencer acusa o Nirvana de “intencionalmente ter comercializado a pornografia infantil representando [a ele] e alavancado a natureza lascívia de sua imagem para promover o álbum ‘Nevermind’, a banda, a música do Nirvana, enquanto ganhava, no mínimo, US$ 10 milhões no total”. Essa nova versão do processo deixou de fora uma acusação inicial de que o Nirvana estaria participando de “tráfico sexual” ao comercializar a foto de capa.

Fonte: Wikimetal | Foto: Divulgação