Beatles: documentário de Peter Jackson terá 6h de duração

Peter Jackson, o diretor da trilogia “O Senhor Dos Anéis”, restaurou tanto material nunca visto, das sessões que resultaram no filme, e disco, “Let It Be” dos Beatles que, foi decidido, que ao invés de um longa metragem para exibição nos cinemas, “The Beatles: Get Back”, vai ser uma série televisiva com três episódios e seis horas de duração. O cineasta teve à disposição nada menos que 60 horas de filmagens e mais de 150 horas de áudio registradas em janeiro de 1969. A estreia está marcada para o fim de semana do Dia De Ação de Graças nos EUA (25, 26 e 27 de novembro), no Disney+.

+ Mãe de Nicolas Cage, Joy Vogelsang morre aos 85 anos

Além de um álbum, “Let It Be” também se tornou um controverso filme. Lançado em 1970, ele mostrava o quarteto de Liverpool em um dos piores momentos, com muitas discussões e brigas entre os integrantes. A maior surpresa de Jackson foi ver que, na verdade, esse não foi o clima predominante durante aqueles dias. Os desentendimentos existiram, claro, e a banda encerraria as atividades não muito tempo depois. Mas houve também muito humor e um clima de amizade que o longa original de Michael Lindsay-Hogg não mostrou. Bastante polêmico, o filme acabou sumindo de circulação, tendo saído apenas uma única vez em VHS no início dos anos 1980 e jamais ganhando edição em DVD. Há cinco meses, Jackson liberou algumas imagens que foram restauradas para o documentário. Confira aqui.

Fonte: Vagalume | Foto: Divulgação