Batman de Robert Pattinson não será um filme de origem, diz estúdio

Foi confirmado há poucos dias os boatos de que Robert Pattinson realmente vai ser o novo Batman no próximo filme do Cavaleiro das Trevas, que vai ter direção assinada por Matt Reeves (Planeta dos Macacos). E, obviamente, uma das várias preocupações dos fãs é a história. Pode-se dizer que é unânime a opinião de que ninguém mais quer ver outra nova explicação para a origem do herói da DC. Mas, de acordo com uma publicação do The Hollywood Reporter, o público pode ficar tranquilo em relação a isso. De acordo com o site, que conversou com funcionários da própria Warner Bros., estúdio responsável pelo longa, a nova trama foi escrita com um protagonista “por volta dos 30 anos, e não é uma história de origem nem um conto de um vigilante experiente controlando a cidade de Gotham. É um Bruce Wayne no caminho de se tornar o detetive genial que ele é.”

+ Plebe Rude prepara disco sobre a evolução da humanidade

Outra curiosidade apresentada no texto foi o fato de Pattinson ficou sabendo que havia conquistado o papel no mesmo dia em que o resto mundo. Ele disputava a capa com Nicholas Hoult (X-Men) e, aparentemente, foi uma escolha de casting “mais rápida que o normal”, já que a escolha de atores, para filmes de super herói especialmente, costumam demorar bastante. Recentemente, Zack Snyder, responsável pelo Batman de Ben Affleck, admitiu aprovar a nova escolha para o papel. O novo Batman tem estreia prevista nos cinemas para 2021. Enquanto isso, a DC prepara Coringa, com Joaquin Phoenix, que vai ser lançado em outubro deste ano.

Fonte: Rolling Stone | Foto: Sipa