Após quase 10 anos em coma, morre Fábio Barreto, diretor de ‘O quatrilho’

O cineasta Fábio Barreto morreu nesta quarta-feira (20), após ficar em coma por quase 10 anos. A informação foi confirmada pelo Hospital Samaritano, na Zona Sul do Rio, onde ele estava internado. A causa da morte não foi informada. Ele sofreu um acidente grave de carro em dezembro de 2009 e estava em coma desde então. O velório ocorre nesta sexta-feira (22), a partir das 10h, no Memorial do Carmo, no Caju. O corpo vai ser cremado à tarde.

+ “Precisei de teleprompter para cantar no funeral da princesa Diana”, revela Elton John

Fábio Villela Barreto Borges nasceu no Rio de Janeiro e tinha 62 anos. Irmão do também cineasta Bruno Barreto, Fábio iniciou sua carreira como diretor de cinema em 1977. Ele dirigiu 13 filmes, com destaque para O quatrilho, de 1995. O drama foi indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro. A história era sobre as idas e vindas românticas de dois casais que dividem a mesma casa em uma comunidade rural de imigrantes italianos no Rio Grande do Sul. Fábio também dirigiu o filme Lula, o filho do Brasil, lançado em 2009, e baseado no livro de Denise Paraná. Foi o último filme dirigido por Barreto.

Fonte: G1 | Foto: Aléria Gonçalvez