Aerosmith | ‘Se não parasse com as drogas já teria morrido’, diz Steven Tyler

O vocalista do Aerosmith, Steven Tyler, é um dos personagens de uma matéria recém-publicada pela GQ, que ouviu músicos sobre como prosperar criativamente sem drogas ou bebidas alcoólicas. A revista ouviu, além de Tyler, artistas como Ben Harper, Julien Baker, Jason Isbell, Soko e Joe Walsh, que falaram sobre o aprendizado de enfrentar seus vícios. Todos eles foram enfáticos em dizer que essa dura batalha colaborou na solidez de suas carreiras.

Eu tenho uma banda que ainda está junta, os caras ainda estão vivos, todos estão saudáveis. Estamos tocando melhor do que há 50 anos. As pessoas ainda nos querem por mais de um milhão de dólares por noite. E isso é o que está em risco se eu usar [drogas] novamente. E meus filhos. Meus gatos. Meus cachorros. Minha linda casa em Maui. Minha namorada. Tudo está em risco”, disse Tyler, festejando o fato de o grupo ter aprontado muito no passado e ainda ser procurado para fazer apresentações.

‘Bird Box’ ultrapassa 80 milhões de visualizações na Netflix

Sobre se manter longe das drogas, Tyler ressalta que não curte dar conselhos a ninguém. No entanto, contou que isso o ajudou a se manter longe de confusões.

Seus amigos voltam. Você pode manter um pouco de dinheiro no banco. Você pode planejar as coisas e fazê-las funcionar. Você fica fisicamente saudável. Se não parasse com as drogas já teria morrido”, concluiu o músico.

Fonte: Rádio Rock | Foto: Divulgação