007 | Atrasos custarão US$ 1 milhão por mês ao estúdio

Cada mês de atraso no lançamento de 007: Sem Tempo Para Morrer vai custar nada menos que US$ 1 milhão para o estúdio MGM. Inicialmente, o quinto e último filme de Daniel Craig como James Bond seria lançado em abril, mas a chegada da pandemia impossibilitou a estreia na data planejada. Com isso, o lançamento foi empurrado para novembro deste ano, até o estúdio perceber que ainda não seria lucrativo estrear um longa de mais de US$ 250 milhões com sessões e salas de cinema limitadas.

+ MDBF 2020 | Confira o line up da edição on-line

Com uma nova data de lançamento prevista para abril de 2021 e o valor de US$ 1 milhão para pagar mensalmente até lá, o estúdio estaria tentando vender o filme para alguma plataforma de streaming por um valor próximo a US$ 600 milhões. O valor cobrado pelo atraso é resultado dos juros aplicados sob o empréstimo feito pelo MGM para produzir o filme, prática normal na indústria cinematográfica, mas que acabou por complicar a vida do estúdio em meio à pandemia.

Fonte: Rolling Stone | Foto: Divulgação