Snapchat quer competir com a Netflix; entenda

A rede social Snapchat, que recusou US$ 3 bilhões de uma oferta de compra do Facebook, deu início a uma oferta pública de ações e, desde então, vem sofrendo com a concorrência do Instagram, parece estar pronta para diversificar suas receitas e se lançar em novos mercados. De acordo com informações divulgadas pela agência de notícias Bloomberg, a gigante de mídia norte-americana Time Warner, dona da HBO e da Warner Bros., acaba de investir US$ 100 milhões (equivalente a mais de R$ 328 milhões) no Snapchat, mais precisamente na produção de vídeos exclusivos para a plataforma.

O objetivo parece ser o de tornar o Snapchat mais do que uma rede social, mas também um serviço de streaming como a Netflix. A Time Warner vai produzir séries de diversos gêneros, incluindo ficção, comédias e documentários, feitos sob medida para o formato de vídeos curtos do aplicativo. O plano da Time Warner, segundo a Bloomberg, é produzir até 10 programas por ano, com pelo menos três novos vídeos entrando na rede social diariamente. Com o acordo, a Time Warner espera alcançar uma audiência mais jovem, aquela que não assiste mais TV, e que forma a base de usuários do Snapchat.

Fonte: Olhar Digital