Show de Wander Wildner é interrompido após declarações machistas e racistas do músico

O show realizado por Wander Wildner neste final de semana em São Paulo foi marcado por uma polêmica envolvendo declarações machistas e racistas do músico gaúcho, dono de extensa carreira solo e ex-vocalista da banda punk Os Replicantes.

Durante a apresentação no bar Fatiado Discos & Cervejas Especiais, na Pompeia, segundo relatos da produção do show e das pessoas presentes, Wildner foi ao microfone e soltou “já que nenhuma vadia me traz uma cerveja” – descontente com a demora para a bebida chegar até o palco. Além disso, teria também proferido declarações racistas. O fato levou a produção do evento a desligar o microfone de Wildner e cancelar imediatamente a apresentação.

Tanto a Fatiado Discos quanto Wander Wildner soltaram declarações em suas redes sociais sobre o ocorrido.

[Atualização]: Confira a entrevista do produtor de Wander Wildner, que diz que a acusação contra o artista foi “ato de covardia”: Memorabilia

Fonte: Collectors Room